segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O AMOR DE DEUS

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3.16

Deus amou o mundo

   O próprio Deus é amor; portanto, aquilo que provém Dele deve ser amor. Após mostrar-nos que Ele é amor, Deus imediatamente nos mostra que Ele ama ao mundo. Deus não somente nos amou, mas também enviou Seu amor. Deus não podia deixar de enviar Seu amor. Ele não podia deixar de amar ao mundo.
   Deus quer que você tenha a certeza do Seu amor. Ele mandou o Seu filho, o Senhor Jesus Cristo para perdoar nossos pecados, para nos dar a vida eterna e para nos ajudar a fazer a sua vontade. É necessário compreender que Deus nos ama como somos. Deus não espera a nossa perfeição, como seres humanos, para, depois, nos amar. Ele ama porque é amor, e nós temos parte neste amor de Deus que é transformador.
   O amor de Deus por você não é pelo que você fez ou deixou de fazer. O amor de Deus é gratuito e incondicional. Este amor de Deus é real, pois Ele enviou o Filho d’Ele por causa de você. “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu o Seu Filho único, para que todo o que n’Ele crer não pereça e tenha a vida eterna” (Jo 3,16). 
   Jesus veio a este mundo para cumprir o plano de Deus para a salvação da humanidade em sua morte e ressurreição, devolvendo ao homem a possibilidade de comunhão com Deus.Em Seu ministério terreno entre tantas declarações sobre sua obra redentora, o próprio Jesus declarou: "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância". (João 10.10).
   Podemos entender o que o amor de Deus realmente significa para nós quando pensamos em tudo o que ele fez e ainda faz por nós. Devemos ser gratos a Deus por tudo que Ele fez, pois ele é nosso Criador.
Deus é amor


"E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste" João 17:3.