segunda-feira, 23 de março de 2015

José - Parte I



Leitura bíblica: Gênesis 37. 1-36

Para memorizar: Não odiarás a teu irmão no teu coração  Levítico 19:17a

Contando a História

Esta é a história da família de Jacó.
Quando José era um jovem de dezessete anos, cuidava das ovelhas e das cabras, junto com os seus irmãos. José contava ao pai as coisas erradas que seus irmãos faziam.
Jacó já era velho quando José nasceu e por isso ele o amava mais do que a todos os seus outros filhos. Jacó mandou fazer para José uma túnica longa, de mangas compridas. Os irmãos viram que o pai amava mais a José do que a eles e por isso tinham ódio dele e eram grosseiros quando falavam com ele.
Certa vez, José teve um sonho e o contou aos seus irmãos. Aí é que ficaram com mais raiva dele.
José sonhou outras vezes e novamente contou aos seus irmãos, que ficaram com mais ódio dele e do jeito como contava os sonhos.
Quando José contou outro sonho ao pai e aos irmãos, o pai o repreendeu.
Os irmãos de José tinham inveja dele, mas o seu pai ficou pensando no caso.
Um dia os irmãos de José levaram as ovelhas e as cabras do seu pai até os pastos. Então Jacó disse a José:
- Venha cá, Vou mandar você até Siquém, onde os seus irmãos estão.
- Estou pronto para ir – respondeu José.
Jaco disse:
- Vá lá e veja se os seus irmãos e os animais vão bem e me traga notícias.
Ele foi andando pelo campo e um homem o viu e perguntou?
- O que você está procurando?
- Estou procurando os meus irmãos – respondeu José. – Eles estão por aí, em algum pasto, cuidando das ovelhas e das cabras. O senhor sabe aonde foram?
O homem respondeu:
- Eles já foram embora daqui, ouvi quando disseram que iam para Dotã.
José foi procurar seus irmãos e os achou em Dotã. Eles viram José de longe e começaram a fazer planos para matá-lo. Eles disseram:
- Lá vem o sonhador. Venham, vamos matá-lo. Quando Rúbem ouviu os planos de seus irmãos, quis salvá-lo e disse:
- Não vamos matá-lo. Não derrame sangue. Vocês podem jogá-lo neste poço, aqui no deserto, mas não o machuquem.
Quando José se aproximou, eles  arrancaram dele a túnica que ele estava vestido. Depois o jogaram no poço que estava vazio e seco.
De repente, viram uma caravana de ismaelitas que iam para o Egito e resolveram vendê-lo. Os ismaelitas levaram José para o Egito.
Para esconder o que tinham feito, os irmãos de José mataram um cabrito e com o sangue mancharam a túnica de José. Depois levaram a túnica ao pai.
Jacó reconheceu a túnica de José e chorou muito, rasgou as suas roupas e durante muito tempo ficou de luto pelo seu filho.

Nesse meio tempo, no Egito, os midianitas  venderam José a Potifar, oficial do faraó e capitão da guarda.


José e seus sonhos


Atividade para colorir José e sua túnica